Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Médicos aprovam a campanha Letra Legível

letra-legível-2

Na manhã desta quarta-feira (16), o Conselho Regional de Medicina de Roraima (CRM – RR) lançou a campanha Letra Legível, iniciando pelo Hospital Coronel Mota. Participaram da ação o presidente da instituição, Alexandre Marques e os conselheiros Blenda Avelino e José Antônio do Nascimento.

O objetivo da Campanha Letra Legível é orientar os profissionais de medicina sobre a importância da prescrição de receitas e prontuários médicos com letra legível. Serão entregues, em todas as unidades de saúde tanto as públicas como as privadas, cartazes com a orientação.

“É obrigação do médico prescrever com letra legível, isto está em lei federal. A receita só pode ser aviada quando prescrita com uma letra que o paciente possa entender. O nosso intuito é massificar essa importância e sensibilizar nossos colegas. Quem sai ganhando é sempre o paciente”, disse Alexandre Marques.

A cardiologista Niete Lago aprovou a campanha, segundo ela a letra legível não só facilita na hora da compra do medicamento como na orientação sobre dosagem e horários. “O Conselho de Roraima está de parabéns, porque está nos lembrando dessa importância e também beneficiando os pacientes que são os maiores prejudicados”, comentou Niete.

Para a dermatologista, Alba Neves, a campanha é favorável, pois relembra os profissionais de que a escrita legível influencia a vida do paciente, tanto facilitando como prejudicando.

“Eu nunca tive reclamação em relação às receitas que prescrevi, é um cuidado que sempre tomo, pois é de fundamental importância para os nossos pacientes”, disse Alva.

A legibilidade das receitas, consta na Lei Federal nº 5.991, de 1973. De acordo com o artigo 35, da Lei, somente será aviada a receita que estiver escrita de modo legível.

O Código de Ética Médica, também, no Capitulo III que preconiza sobre a responsabilidade profissional, traz orientação no artigo 11 sobre receitar de forma ilegível.
De acordo com o artigo, é vedado ao médico receitar, atestar ou emitir laudos de forma secreta ou ilegível, sem a devida identificação de seu número de registro no Conselho Regional de Medicina da sua jurisdição, bem como assinar em branco folhas de receituários, atestados, laudos ou quaisquer outros documentos médicos.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© CRM-RR - site do Conselho de Medicina de Roraima - Todos os direitos reservados
Av. Ville Roy, 4123 | Bairro: Canarinho | Boa Visa-RR | FONE: (95) 3623-1542 | FAX: 3623-1554 | E-mail: crmrr@portalmedico.org.br